venha de lá o fim do mundo!


Chega ao fim um dos anos mais longos das nossas vidas. Foram muitos, demais, os dias de indignação, de protesto, de esperanças logo goradas, de fúrias nunca aplacadas. De Sócrates a Passos Coelho, fomos de mal a pior. O assalto ao poder do PSD foi também o assalto aos nossos haveres, não houve nada que lhes tivesse escapado, da saúde à cultura, do emprego aos transportes ou à electricidade, tudo lhes serviu para melhor servirem os seus amos e senhores, os bancos, o grande capital, os donos do mundo. 

Vou entrar em 2012 com o pé esquerdo, que se lixe a direita e o pé direito. Que as profecias para 2012 se concretizem e que este seja um ano de fim do mundo. De um mundo repugnante. Onde impera a voracidade criminosa dos senhores do dinheiro. Onde morrem milhões de seres humanos à fome ou por doenças facilmente tratáveis. Onde morrem milhões de seres humanos vítimas do ódio, da intolerância, da ganância. Onde milhões e milhões de outros seres humanos, na Europa, nos Estados Unidos, vão empobrecendo a olhos vistos para enriquecer uns poucos até à obscenidade.

Brindo ao fim de tudo isto. As minhas passas, uma a uma, vão alimentar-me esta vontade. E o sonho de um mundo novo.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

defendamos a honra, porra!

oxalá me engane!

chora, mariquinhas, chora